Exame de consciência: que lições aprendi com a pandemia do coronavírus?


    Números alarmantes. Mudança de comportamento. Inversão de valores. Conflito de exposição ao risco: segurança ou liberdade? E a certeza de que a vida tem que continuar. O coronavírus atingiu, indistintamente, milhões de pessoas no mundo inteiro. No Brasil, a Covid-19 ceifou a vida de mais de 131.000 seres humanos. Uma profusão de mortos, com certeza. São pegadas tristes. Em um vídeo que circula, pela internet, alguém diz, com propriedade, o quanto é difícil admitir que “abraços e beijos passaram a ser tachados como arma e o ato de não visitar pais e amigos, uma demonstração de amor”. E, aí, vem a pergunta: O que aprendi com o coronavírus? O que fica e o que repudio depois de tudo isso?

Parte 1


Parte 2





0 Comentarios