ECC e EJC adaptam eventos ao formato virtual para manter trabalho de evangelização

    Como já se tornou costume, durante a pandemia do novo coronavírus, diversos eventos estão sendo adaptados para o formato virtual, visando a respeitar a segurança de saúde das pessoas. Na Paróquia de Casa Forte, o Encontro de Casais com Cristo e o Grupo Jovem Cristo Forte tiveram que se adaptar à nova realidade. Com os eventos presenciais proibidos, os grupos realizaram o I Retiro Virtual do ECC e a I Jornada Cristo Forte.

    O Retiro Virtual do ECC foi realizado a partir da preocupação do grupo de Dirigentes de promover atividades que envolvessem os casais paroquianos, por conta  do cancelamento dos eventos presenciais, como o ECC. “Sentimos a necessidade de também nos reinventarmos. O retiro aconteceu de forma virtual e tivemos a participação de 49 casais, inclusive paroquianos que estão residindo fora do nosso território, que puderam viver esse momento, em suas casas ou em outros locais, fortalecer a fé, vivenciar a unidade como casal e aprofundar esse sacramento tão importante para nós, casais, e para a Igreja: o matrimônio”, explica um dos dirigentes do ECC, Carlos Miceli, o Carlão.

 

    O Retiro teve como pregador o diácono Aerton Carvalho, com participações do padre Fábio Paz e do diácono Teixeira. “Saímos desse retiro totalmente renovados, reabastecidos, com sensação de dever cumprido. Estamos muito felizes com a realização e com a alegria de todos os casais envolvidos, tanto para nós que organizamos, quanto para os que participaram”, completa Carlão.

    Já a Jornada Cristo Forte surgiu como forma de suprir a falta do Encontro de Jovens com Cristo (EJC). Aconteceu, inclusive, no fim de semana em que aconteceria o EJC, no dia 27 de setembro. “Recebemos a ideia do evento através de uma jovem do grupo e, na impossibilidade da realização do EJC, vimos como uma possibilidade de não deixar o final de semana passar em branco e nos mantermos conectados”, explica Bia Marroquim, da Assessoria do Cristo Forte.

 

 

    A Jornada teve participação de 40 jovens e contou com palestras dos jovens paroquianos Marcelinha, Cris e Fabinho, além de momentos com o padre Fábio e o diácono Teixeira. “O resultado foi o melhor possível: muitos jovens juntos, partilhando e vivenciando momentos onde descobrimos mais como ser o agora de Deus. Foi um dia de muita saudade e de relembrar momentos em que estávamos fisicamente juntos, mas também um dia onde conseguimos, graças à tecnologia, sentir o aconchego de estar em comunidade”, pontua Bia.




Comentários