COMO VIVENCIAR MELHOR A MISSA

 

     A pandemia mudou o modo como passamos a viver o nosso cotidiano. Para nos adaptar a essa realidade, foi necessário mudar vários de nossos hábitos, inclusive a forma de vivenciar a Santa Missa. Por medida de segurança, foi suspensa a distribuição do folheto litúrgico, em cada celebração, com o objetivo de evitar a contaminação pelo coronavírus. Com isso, as leituras e orações tiveram que ser acompanhadas de uma nova forma.

   Isso pode ser visto como uma ótima oportunidade de aprender mais sobre todos os ritos que compõem a rica liturgia da Missa, já que, logo de início, é preciso prestar mais atenção a cada um deles, o que nos faz vivenciá-los melhor. Há diferentes meios capazes de auxiliar o acompanhamento da Missa.

   Em nossa paróquia, Pe. Fábio sugeriu, a quem tivesse interesse, fazer assinatura do livro Liturgia Diária, mas o fiel também pode utilizar o celular, para acessar aplicativos que oferecem a liturgia, bem como fazer a leitura do folheto O Domingo, em formato pdf, disponibilizado em cada celebração, para acompanhamento das músicas.

    Seja de um jeito ou de outro, com devoção e criatividade, o importante é que, preservando a teologia da nossa Igreja, cada pessoa descubra qual o modo que a deixa mais envolvida e participativa na Missa, e se utilize desse meio, que faz com que a Palavra de Deus chegue melhor ao coração e que permita vivê-la com maior fé católica e espirito de comunhão.

    Em razão da pandemia da Covid-19 e para garantir a saúde, a segurança e o bem- estar de todos, a nossa paróquia relembra que as medidas de segurança sanitária devem ser cumpridas rigorosamente.

      É obrigatório o uso de máscaras, durante toda a permanência na igreja.

    •  É necessária a higienização das mãos com álcool, tanto na entrada quanto no momento da Eucaristia.

    •  As marcações nos bancos, bem como as orientações da equipe da Acolhida, devem ser respeitadas, mantendo-se o distanciamento seguro entre os fiéis.

    •  A circulação de pessoas, dentro da igreja, fica restrita a casos extremamente necessários. Caso seja necessário falar com o padre ou o sacristão, aguardar, sentado, as orientações da equipe da Acolhida.

 

Uma boa celebração a todos!  




0 Comentarios