Cristo Hoje

Jesus, como de costume, ia à Sinagoga aos sábados, onde eram feitas leituras e explicações da Torá, os primeiros cinco livros da Bíblia, escritos por Moisés. Muitas vezes, era convidado a realizar leituras dos profetas (Antigo Testamento). Mas seus maiores ensinamentos foram transmitidos no dia a dia aos seus discípulos, seus seguidores, que ouviam e guardavam como verdades eternas.

Em Mateus 24, Jesus fala sobre o final dos tempos, onde Ele chama atenção aos discípulos para não serem enganados, pois nesse tempo muitos virão dizendo Cristo sou eu e descreve os sinais que irão acontecer antes da Sua segunda vinda a este mundo, e que “Devido ao aumento da maldade, o amor de muitos esfriará, mas aquele que perseverar até o fim será salvo”. No final, Ele diz “Passarão o céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão”. No versículo 14, Ele preconiza assim “E que este Evangelho do Reino será proclamado no mundo inteiro, como testemunho para todas as nações...”.

Na verdade, Jesus profetizou, há mais de 2000 anos, que essas verdades, palavras faladas, estariam ao nosso dispor, através dos relatos dos seus discípulos e dos seus milhares de seguidores, na Bíblia, que significa livro ou um conjunto de livros, em palavras escritas e, hoje, traduzidas para todos os idiomas, acessíveis a todos os cristãos ou não, que conta a relação de Deus (Pai, Filho e Espírito Santo) com a humanidade.

Crianças da CCMA



0 Comentarios