Cristo Hoje - Fé

 

   Considerada a primeira das três virtudes teológicas, a FÉ é também um dom de Deus. Ela não pode ser mensurada, embora até os apóstolos pedissem. “Senhor: Aumenta a nossa fé!” O Senhor respondeu: “Se vós tivésseis fé, mesmo pequena como um grão de mostarda, poderíeis dizer a esta amoreira: Arranca-te daqui e planta-te no mar, e ela vos obedeceria” (Lucas 17,5-6). Ou seja, não é o tamanho ou nenhuma dimensão conhecida pelo homem que altera a fé, pois fé tem-se ou não. Como ter fé é acreditar, ou você acredita ou não. Mas a fé salvífica é a fé no ressuscitado. Hoje, não podemos fazer como Tomé, que só creu porque o próprio Cristo ressuscitado apareceu e  mostrou-lhe suas marcas dizendo: “Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram” (Jo 20:29). É preciso,  porém, fazer essa experiência pessoal com Cristo, para que haja um crescimento na fé e não um crescimento da fé. O Papa Bento XVI afirma que “A fé é olhar para Cristo, confiar-se a Cristo, unir-se a Cristo, conformar-se com Cristo, com a sua vida. E a forma, a vida de Cristo é o amor; portanto, crer é conformar-se com Cristo e viver em seu amor. Por isso São Paulo, na Carta aos Gálatas, fala da fé que age por meio da caridade” (cf. Gál 5, 14). “A fé em Cristo cria a caridade. E a caridade é a realização da comunhão com Cristo.” Seremos “salvos pela graça, por meio da fé”. (Ef 2,8)




0 Comentarios