Cristo Hoje


     Entre os vários dogmas da Igreja Católica Apostólica Romana, o da Santíssima Trindade é o mais enigmático. Como três pessoas em uma só? A primeira, o Pai, Deus Todo Poderoso; a segunda, o Filho, Jesus Cristo e a terceira, o Espírito Santo, Huah, em hebraico. Deus trino e único. Embora o Espirito Santo tenha várias denominações, o Consolador, o Advogado, Espírito da verdade, Paráclito, infelizmente, para alguns cristãos, Ele é pouco conhecido. Dogmas são verdades de fé contidas na Bíblia. Mas como um dogma quer dizer decisão, não tem o que discutir, pois a nossa mente não alcança tamanho mistério.
   Jesus é a Boa Nova e com Ele começa a missão. “O Espírito do Senhor está sobre mim, porque me ungiu para evangelizar os pobres; enviou-me para anunciar aos aprisionados a libertação, aos cegos a recuperação da vista, para por em liberdade os oprimidos, e para anunciar um ano de graça do Senhor” (LC 4,18-19).
  Em João 16,7 Jesus disse: “convém que eu vá; porque, se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, quando eu for, vo-lo enviarei. E, quando Ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo”. De fato, Deus, após Jesus subir ao céu, enviou o Espírito Santo, como ficou evidente no dia de pentecostes, onde os apóstolos falaram aos judeus de todas as nacionalidades, na língua de cada um, e todos que aceitaram suas palavras foram batizados. A ação do Espírito Santo congregou, na unidade, diferentes povos.
   O Espírito Santo, após o retorno de Jesus, foi quem animou os discípulos e as comunidades a seguirem adiante e levarem a missão da Boa Nova de Jesus aos quatro cantos do mundo. É esse Espírito que guia a Igreja e que está em cada um de nós, como disse o Apóstolo "Não sabeis que sois templo de Deus e que o Espírito Santo habita em vós?” Que os dons do Espírito da Sabedoria, do Entendimento, do Conselho, da Fortaleza, da Ciência, da Piedade e do Temor de Deus fortaleçam nossa caminhada.


Comentários